Buscar este blog

jueves, 7 de febrero de 2013

Informação Técnica: Potássio: O Consumo de Luxo pelas Plantas - NA SALA COM GISMONTI


Dos três macronutrientes primários, o N e o K são exigidos em maior quantidade pelas plantas. O potássio (K) é absorvido pelas raízes na forma de íon K+ contido na solução do solo. No solo, o potássio encontra-se na forma de cátion livre ou adsorvido aos coloides, com alta mobilidade. As plantas têm a capacidade de absorver mais potássio do que as suas necessidades. É o chamado "consumo de luxo". 

Os nutrientes são absorvidos pelas plantas nesta ordem: K>N>Ca>Mg>P. Padilha (1998) observou que as plantas podem absorver quatro vezes mais potássio, em relação ao nitrogênio, o que caracteriza o consumo de luxo.

Inclusive foi constatado que a saturação de K em relação a CTC é maior que 5% nas lavouras de alta produtividade.  Foi verificado, também,
em trabalhos de pesquisa, que alguns solos com baixos teores de K não respondem à adubação potássica, enquanto outros com bons teores de K respondem à aplicação do cloreto de potássio.

O potássio determina resistência da planta à estiagem, ao acamamento, à geada. ao ataque de pragas e doenças e produção de grãos. A neutralização da acidez do solo, pela aplicação de calcário, com a consequente elevação do pH, provoca um aumento na absorção de potássio e diminui as perdas por lixiviação. Todavia, doses excessivas de calcário provocam desequilíbrios com a aplicação de potássio.

Fonte: Na Sala com Gismonti

No hay comentarios.:

Publicar un comentario