Buscar este blog

sábado, 23 de febrero de 2013

Informação Técnica: Adubação Antecipada no Sistema Plantio Direto - EMBRAPA

Comentario: Muito se discute respeito à adubação antecipada no Sistema Plantio Direto e sobre a Adubação à Lanço - principalmente com referência a adubação fosfatada, tanto pela dinâmica do Fósforo no solo como pelos resultados duvidosos desta prática que é comum na região, embora sem recomendações técnicas regionais e confiáveis.

Abaixo está disponível o link do Documento 108 da Embrapa Agropecuária Oeste com a autoria dos doutores Kurihara e Hernani, que baixo o título de Adubação Antecipada no Sistema Plantio Direto, apresenta uma compilação dos principais trabalhos científicos sobre o assunto no Brasil:

Link: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/901112/1/DOC1082011.pdf

Neste material os autores, além de apresentar os resultados destes trabalhos de relevância, fazem algumas considerações que justificam a variabilidade dos resultados e identificam muito bem as condições em que esta prática poderá ser viável.

Por: Agro Paraguay 

miércoles, 13 de febrero de 2013

Industrialização: Paraguai entrará no grupo dos 10 maiores processadores de soja - LA NACIÓN

A industrialização da soja passará por um grande impulso no país em razão dos grandes investimentos que estão realizando empresas nacionais e multinacionais no setor, e este ano o Paraguai já se encontrará entre os 10 maiores processadores da leguminosa, segundo o informe de comercio e mercado do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

jueves, 7 de febrero de 2013

Informação Técnica: Potássio: O Consumo de Luxo pelas Plantas - NA SALA COM GISMONTI


Dos três macronutrientes primários, o N e o K são exigidos em maior quantidade pelas plantas. O potássio (K) é absorvido pelas raízes na forma de íon K+ contido na solução do solo. No solo, o potássio encontra-se na forma de cátion livre ou adsorvido aos coloides, com alta mobilidade. As plantas têm a capacidade de absorver mais potássio do que as suas necessidades. É o chamado "consumo de luxo". 

Os nutrientes são absorvidos pelas plantas nesta ordem: K>N>Ca>Mg>P. Padilha (1998) observou que as plantas podem absorver quatro vezes mais potássio, em relação ao nitrogênio, o que caracteriza o consumo de luxo.

Inclusive foi constatado que a saturação de K em relação a CTC é maior que 5% nas lavouras de alta produtividade.  Foi verificado, também,