Buscar este blog

lunes, 12 de noviembre de 2012

Informação Técnica: Plantas daninhas e resistentes I - CULTIVAR


Quando se utilizam os mesmos herbicidas ou herbicidas diferentes, mas com mesmo mecanismo de ação, de forma repetitiva, está se exercendo uma pressão de seleção. Essa pressão sobre uma população suscetível seleciona constantemente os indivíduos com carga genética diferenciada. A resistência marca uma mudança genética na população da espécie de planta daninha, em resposta à seleção imposta pelos herbicidas usados nas doses recomendadas.

A resistência pode ser cruzada ou múltipla. A resistência cruzada ocorre quando o biótipo é resistente a dois ou mais herbicidas devido a um único mecanismo de resistência. A resistência múltipla ocorre quando o biótipo é resistente a dois ou mais herbicidas porque apresenta dois ou mais mecanismos distintos de resistência.


Tolerância e suscetibilidade, ao contrário da resistência, são características inatas de uma espécie. A tolerância é a capacidade da espécie em suportar aplicações de herbicidas nas dosagens recomendadas sem alterações marcantes em seu crescimento e desenvolvimento. Suscetibilidade é a sensibilidade de uma população às dosagens recomendadas de um herbicida, ocorrendo morte ou paralisação do crescimento da grande maioria dos indivíduos.


As espécies que apresentam maior probabilidade de apresentarem biótipos resistentes são as de ciclo anual, ciclo de vida curto, vários ciclos durante o mesmo ano, produção de grande quantidade de sementes, sementes com curto período de dormência e que apresentam alta freqüência inicial do biótipo resistente.

A resistência tem maior probabilidade de ocorrer com o uso de herbicidas altamente eficientes sobre determinada espécie e com persistência prolongada. Na maioria das vezes, biótipos de plantas daninhas resistentes a herbicidas surgem em áreas onde é comum o uso repetido e subseqüente dos mesmos herbicidas ou de herbicidas diferentes, mas com o mesmo mecanismo de ação. Este tipo de situação geralmente ocorre em sistemas intensivos de monocultivo, onde os herbicidas são aplicados com o objetivo de eliminar quase toda a comunidade de plantas daninhas incidentes.

Fonte: Grupo Cultivar
Por: Pedro Jacob Christoffoleti, Esalq / Usp


No hay comentarios.:

Publicar un comentario