Buscar este blog

domingo, 29 de julio de 2012

Informação Técnica: Decidir qual cultura plantar e qual a técnica a ser usada não garante o bom manejo do solo - REHAGRO

Solos cobertos com vegetação, além de permitir uma melhor absorção de água, protegem o solo contra erosão pelas enxurradas e pelos impactos causados pela chuva.

Por meio de técnicas de manejo e conservação do solo, é possível dar o uso e o manejo adequado às suas características químicas, físicas e biológicas e conseqüentemente preservar e/ou recuperar a área. Com o emprego dessas práticas de conservação, é possível manter a fertilidade do solo e evitar problemas comuns, como a erosão e a compactação.

Um bom planejamento de métodos de conservação do solo não consiste somente em escolher as plantas mais adaptadas e nem as mais indicadas técnicas de cultivo. É preciso que o produtor utilize também de outras tecnologias, como: correção do solo, adubação correta, tratamento de mudas e sementes, combate a erosão, densidade e espaçamentos corretos, controle de plantas daninhas, e controle de pragas e doenças.

sábado, 21 de julio de 2012

Informação Técnica: Compactação do solo é desafio para agricultura - IAPAR


As principais estratégias para enfrentar a compactação do solo, um dos principais desafios da mecanização agrícola, foi o tema da palestra de Thomas Keller, no 41º Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola e 10º Congreso Latinoamericano y del Caribe de Engenharia Agrícola, que se realiza em Londrina até a próxima quinta-feira.

Especialista em mecânica de solo, Keller atualmente é cientista sênior do Departamento de Recursos Naturais e Agricultura (Agroscope), em Zurique Suíça, professor universitário e presidente do Grupo de Trabalho sobre Consolidação subsolo do Internacional de preparo do solo Research Organization Istro. para ele, os recursos do solo estão sob pressão devido ao crescimento populacional e à intensificação da agricultura. A compactação (redução da porosidade do solo), devido ao tráfego nas lavouras é uma das principais ameaças à qualidade do solo sustentável.

jueves, 12 de julio de 2012

Vídeo: Embrapa - Consórcio Milho-Braquiária


Comentário: Recomendo aos interessados no consórcio Milho-Brachiária (Sistema Santa Fé)  a assistir este excelente vídeo produzido pela Embrapa Agropecuária Oeste, no qual relata o paso-a-paso da implantação do consórcio, detalhes importantes que devem ser considerados, erros e acertos, experiências, usos e principalmente as vantagens do uso desta alternativa recente e muito importante para a sustentabilidade do nosso sistema de "sucessão de culturas", aplicado pela maioria absoluta dos produtores agrícolas no Paraguay.


lunes, 9 de julio de 2012

Informação Técnica: A acidez do solo pode ser prejudicial para as plantas. Como o calcário pode reduzir este problema? - PROJETO SOLO-PLANTA

Disponível em: Projeto Solo-Planta
A IMPORTÂNCIA DA CORREÇÃO DA ACIDEZ DO SOLO

A maioria dos solos Paraguay, assim como os do Paraná (BR) são ácidos, ou seja, apresentam grande concentração de íons hidrogênio e/ou alumínio no solo. A acidez dos solos promove o aparecimento de elementos tóxicos para as plantas (Al) além de causar a diminuição da disponibilidade de nutrientes para as mesmas. As consequências são os prejuízos causados pelo baixo rendimento produtivo das culturas. Portanto, a correção da acidez do solo (calagem) é considerada como uma das práticas que mais contribui para o aumento da eficiência dos adubos e consequentemente, da produtividade e da rentabilidade agropecuária.

BENEFÍCIOS DA CORREÇÃO DA ACIDEZ DO SOLO

A correção adequada da acidez do solo é uma das práticas que mais benefícios traz ao agricultor, sendo uma combinação favorável de vários efeitos dentre os quais mencionam-se os seguintes:

• eleva o pH do solo (reduzindo a acidez);
• fornece cálcio e magnésio como nutrientes;
• diminui ou elimina os efeitos tóxicos do alumínio (Al);

lunes, 2 de julio de 2012

Informação Técnica: Plantio direto, fertilidade física do solo e sequestro de carbono - A GRANJA


Imagem da estrutura do solo sob a palha em área cultivada por meio de um eficiente sistema de plantio direto
Fertilidade física do solo é um termo pouco usado no dia a dia do campo, mas muito importante para o bom desenvolvimento das plantas. Normalmente quando falamos em fertilidade do solo, lembramos sempre dos nutrientes, dos adubos ou fertilizantes, dos corretivos e tudo o que se relaciona à nutrição de plantas. Mas esquecemos que o solo precisa também ter boa estrutura física para um bom desenvolvimento de plantas, com consequente boa produtividade. A fertilidade física do solo está relacionada com a estrutura do solo, e esta afeta diretamente a densidade e a porosidade do solo. A porosidade do solo, por sua vez, afeta a circulação de ar e água no solo e o desenvolvimento radicular, interferindo diretamente no desenvolvimento e produtividade das plantas.

Solos sob plantio direto, sem revolvimento e com adição contínua de matéria orgânica por meio dos resíduos culturais, tendem a apresentar uma boa estrutura, com equilíbrio entre macro e microporos, apresentando boa infiltração e armazenamento de água.