Buscar este blog

jueves, 14 de junio de 2012

Informação: Porque uma lavoura de milho queimou com a geada e outra não? - EXCLUSIVO


Quem ja chegou a deparar-se com uma cena semelhante a essa? Dois híbridos distintos, lado a lado, um está danificado pela formação da geada e o outro não!


Normalmente nesta hora a resposta que vem em mente é que um híbrido comercial de determinada sementeira é melhor, ou tolera mais a geada. Mas não necessáriamente este é o fator decisivo.


Sabemos que um híbrido determinado pode ter uma tolerância ligeiramente maior do que outro diante de uma geada de baixa intensidade, e isto se explica polo fato de que no melhoramento genético, os híbridos destinados a explorar o máximo potencial produtivo são também os que tem a maior capacidade de translocação de fotoassimilados das folhas e colmo para o dreno principal (grãos), tornando os tecidos mais sucetíveis ao ataque de pragas e doenças, e também à geada.


Mas existem outros fatores de maior relevância para essa tolerância à geada (de baixa intensidade) - como evidenciado nas fotografías onde de um lado o milho está totalmente danificado e de outro está em perfeitas condições, eles são:

* Estágio Fenológico (Idade): O milho, entre os estagios R2 e R3 (bolha d`agua a grão leitoso), tende a ter menor prejuízo com a geada, por estar próximo do pico de acúmulo e reserva de nutrientes e matéria seca, ou seja, "tem mais sais (nutrientes) e açúcares (fotoassimilados) nas folhas", o que faz com que diminua o ponto de congelamento (precisa mais frio para congelar).

* Estado nutricional (Adubação): Quanto melhor nutrida a planta, maior a concetração de "sais" nas folhas, de igual forma que o detalhe anterior, o ponto de congelamento é menor.

* Condição físico-química do solo: O solo é a base do cultivo. Quando o solo tem menor empedimento físico (compactação) e maior aeração, melhor condição é proporcionada ao desenvolvimento da planta, da mesma forma que a condição química (pH, ausência de Al+++, etc.).

* Características dos híbridos: Este ponto ja foi abordado no inicio da publicação e se refere às aptidões de cada híbrido definidas ainda no melhoramento genético e que acompanham cada um, que podem trazer respostas diferentes em casa situação, algumas vezes melhores, outras não. Depende do que se espera ou planeja.

Para exemplificar tudo o que fora exposto, sugiro que se faça uma experiência bem simples: Coloque a mesma quantidade de água em três copos plásticos. No primeiro adicione uma colher de sal, no segundo duas e no terceiro deixe apenas a água e leve-os ao congelador e veja qual a ordem de congelamento. Isto demonstra porque algumas plantas se danificam mais que outras com a mesma temperatura (próximo a 0º C).

Por: Agro Paraguay




No hay comentarios.:

Publicar un comentario